Justiça condena acusados de tortura e matar Bruno

Caso BrunoTerminou por volta de 22h30  nesta terça-feira (21), o julgamento de  Eduardo Javan da Silva, vulgo “Cão de Guarda” e Wesley Daniel dos Santos. Eles são acusados de matar Bruno Henrique dos Santos Lieczkovki, em julho de 2015.

Wesley foi condenado a 36 anos de prisão já Eduardo a 22 anos.  Ambos deverão cumprir a pena em regime fechado.

A motivação do crime seria ciúmes. Na época, Wesley deu entrevista ao apresentador Oziel Luiz e disse como e porque matou Bruno. Com frieza, ele ainda ameaçou a mulher caso não fosse visita-lo na cadeia.

O corpo de Bruno foi encontrado em uma mata do distrito de São Salvador. Antes de ser morto ele teria sido queimado e torturado pela dupla. O caso gerou grande repercussão na época, devido a crueldade usada para matar e depois a frieza de Wesley ao conceder entrevista.

 

 

Liliane Dias

O post Justiça condena acusados de tortura e matar Bruno apareceu primeiro em TV Tarobá Cascavel – Saiba tudo que acontece em nossa cidade.

Ver Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.